#EleNão: Uma análise do movimento no Twitter

Estudo sobre como a hashtag #EleNão surgiu no Twitter em 2018.

O Brasil passou por duras eleições no ano passado. Bolsonaro foi eleito presidente e isso foi um duro golpe em nossa democracia. Porém sua misoginia assumida fez com que fosse despertado um gigantesco movimento contra ele: as mulheres se levantaram e disseram: #EleNão

O #EleNão surgiu na internet impulsionado pelo grupo de facebook Mulheres Unidas Contra Bolsonaro. O Grupo chegou a ser composto por mais de um milhão de mulheres, porém sofreu um ataque no dia 16 de setembro de 2018 e precisou ser reconstruído, porém ainda continua ativo.

O #EleNão chega ao Twitter

A partir do Facebook, mulheres se organizaram para lutar em outras frentes e redes. A unificação dessa luta se deu a partir da HashTag e palavra de ordem #EleNão.

Antes mesmo da existência do grupo, algumas pessoas já haviam utilizado a hashtag. Ela aparece pela primeira vez no dia 06 de maio de 2018, porém sem o contexto eleitoral. O mesmo ocorreu no dia 08 e 13 e 26 de agosto,

O #EleNão começa a ser utilizado politicamente no dia 11 de setembro pela usuária @DeSalles4 que a utiliza em respostas à publicações com notícias sobre a facada que Bolsonaro levou. Nessas utilizações ela já mesclava com a hashtag #EleNunca, que viria a ganhar força depois.

https://twitter.com/DeSalles4/status/1039356841401176064

A primeira aparição dessa hashtag no contexto da campanha se deu no perfil @Titafnz e data do dia 12 de setembro de 2018, ainda antes do ataque ao grupo do facebook.

Porém @Tatanfnz não teve um grande alcance, assim com a hashtag. No dia 12 a hashtag foi tuitada 594 vezes, não tendo ainda força para atingir os trending topics. Percebe-se uma tentativa fracassada de organizar um tuitaço. Ainda muito fraco, o tweet com o maior número de interações foi o da usuária @euagathaloren.

No dia 13 de setembro a campanha começa a ter força. O tuitaço finalmente funciona e com força. Ao total foram 28.032 tweets e 116.884 retweets que geraram 462.866 interações.

O tweet de maior alcance foi o de um homem, @Jeffisu, porém mulheres com grande influência aderem à campanha. Entre os perfis com maior alcance temos nomes como @ManuelaDavila, @lolaescreva, @GuajajaraSonia, @beruta, @carinavitral e @taliriapetrone.


Gráfico com a hashtag #EleNão
Gráfico apontando os tweets e retweets feitos entre os dias 11 e 14 de setembro de 2018 com a hashtag #EleNão

A HashTag toma as Ruas

A partir do dia 13, o #EleNão começa a ganhar corpo. No dia 14 ele retorna aos trending topics com 14.723 tweets e 18.888 retweets, gerando 99.650 interações.

A Hashtag continua sendo utilizada durante todo o mês de setembro e acaba se transformando em um ato massivo de rua no dia 29 de setembro de 2018. O ato ocorre em 114 cidades do país, levando milhões de pessoas às ruas.

Os dados utilizados podem ser baixados em XLSX, ODT ou CSV.


Caso queira requisitar serviços de ciência de dados, desenvolvimento, tutoria ou consultoria, entre em contato